terça-feira, 18 de outubro de 2011

Passeio Ciclístico pelas ruas do Centro

Cerca de 100 pessoas resolveram tirar a poeira dos tênis e mudar a rotina do domingo buscando uma vida saudável. O 1º Passeio Ciclístico do Pronto Socorro Cardiológico de Pernambuco (Procape) faz parte da programação da 12ª Semana Universitária da Universidade de Pernambuco (UPE). A iniciativa faz parte do projeto de extensão da instituição e tem como objetivo incentivar a população aos cuidados com o organismo, especialmente com o coração, órgão vital que bombeia o sangue para o resto de todo o corpo. As doenças cardiovasculares podem ser evitadas quando se faz da atividade física um hábito, acompanhada por uma alimentação saudável.
Exemplo de disposição e de uma vida saudável, o aposentado Hipólito Lima, de 62 anos, não perde nenhuma atividade física desde a adolescência. A bicicleta voltou a fazer parte de seu dia a dia em 2004 e, desde então, fez do ciclismo o esporte de sua vida. “Agora que voltei a viver”, comenta quando fa­la de sua idade. De acordo com ele, a prática de atividades fí­si­cas fez com que seu corpo tives­se uma resistência melhor. “O sedentarismo é uma das cau­­sas da perda de saúde. É fundamental que a gente pratique algum esporte para garantir mais qualidade de vida”, afirmou.

A coordenadora do Grupo de Trabalho de Humanização do Procape, a fonoaudióloga Sandra Vespaziano, informou que o principal objetivo do Passeio Ciclístico é estimular a prática de exercícios físicos para a prevenção de doenças cardiovasculares. “Fizemos uma pesquisa na base literária e concluímos que o ciclismo é o esporte ideal para melhorar a musculatura do coração e, consequentemente, auxiliar a circulação da corrente sanguínea”, pontuou.

O estudante de Educação Física da UPE João Danilo, de 19 anos, destacou a iniciativa como importante para a saúde tanto corporal como mental. “Eventos como esse fazem a pessoa sair de sua rotina e ver novas oportunidades de melhorar sua qualidade de vida. Participando de um grupo de ciclismo a pessoa pode conhecer novas pessoas e ainda cuidar da própria saúde”, enfatizou.

Os ciclistas percorreram vários trechos da área Central do Recife, partindo às 9h, da rua dos Palmares, em frente ao Procape. De lá, passaram pela rua Treze de Maio, avenida Conde da Boa Vista, Floriano Peixoto (passando pela Casa da Cultura), Forte das Cinco Pontas, Cais de Santa Rita, Ponte Giratória até chegar ao Marco Zero. Neste ponto, os atletas fizeram uma pausa de 15 minutos para recomeçar a trajetória de retorno ao ponto inicial. Os participantes contaram com o apoio dos integrantes dos Amigos Para Sempre (APS), Ciclismo Cultural, CoruJaqueira, Ambulatório Chagas/ICC, Associação Chagas/ICC e núcleos da UPE. Dentro da programação da 12ª Semana Universitária da UPE terão mesas redondas, palestras e cursos para estudantes da instituição.

Fonte: Jornal A Folha

Nenhum comentário:

Postar um comentário