segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Estudantes lotam auditório para comemorar gratuidade da UPE

Publicado em 14.12.2009, às 13h32 Do JC Online
Nesta segunda-feira, estudantes da Universidade de Pernambuco (UPE) encheram o auditório da Faculdade de Ciências da Administração de Pernambuco (FCAP) para comemorarem uma data histórica. Uma assinatura do governador Eduardo Campos pôs fim as taxas que eram cobradas na instituição. Com o decreto, que começa a valer a partir de janeiro de 2010, a UPE deixa de ser a unica Universidade estadual do país que não era gratuita. "Os estudantes, funcionários e professores sempre consideraram que a gratuidade era um dever do Estado. Com ela, nós podemos promover de fato a inclusão social", afirmou o reitor da UPE, Carlos Calado. O Governador Eduardo Campos afirmou que gostaria de ter assinado a gratuidade desde o ano passado, mas que, diante das dívidas e da necessiadde de investimeto na área de saúde da UPE, ele adiou o plano. "É mais um passo na valorização da nossa universidade e do conhecimento", falou. Ele ainda destacou que, durante os três anos de governo, os investimentos na instituição aumentaram em 50%, passando de R$ 214 milhões anuais para R$ 315 milhões. Os recursos para suprir a ausência das taxa virão do tesouro do Estado. O reitor da Universidade, no entanto, afirmou que a instutuição não vai se contentar apenas com ele. "A Universidade tem obrigação de buscar mais investimentos junto à órgãos como Facepe, Capes e CNPQ", defendeu. Entre os estudantes que comemoraram o decreto está Ítalo Vieira, que veio de Petrolina, onde estuda enfermagem. "R$ 73 um desembolso considerável dentro do orçamento", afirma o estudante, que vai pagar o último boleto de cobrança da instituição. "Agora, a UPE deu um passo importante em direção a sua autonomia", completa. Tamires Lucena, que cursa Educação Física no campus do Recife, também fez questão de ir presenciar o que ela considera um momento histórico. Ela e os amigos acamparam desde ontem ao lado do auditório, enquanto produziam faixas para o evento. Tamires, que também cursa disciplinas que estão fora da sau grade, pagavaR$ 113 reais mensais. "A cada semestre o valor da minha mensalidade aumentava. Agora, tivemos uma resposta a uma luta antiga, que sempre foi a pauta principal dos estudantes da UPE", diz. Agora que a luta foi vencida, os estudantes da UPE já querem se mobilizar em outros sentidos. O presidente do Diretório de Estudantes, Divonaldo de Souza, acredita que é fundamental transformar o decreto em lei. Ele ainda acredita que, agora, é hora de os alunos reivindicarem mais políticas de assistência aos estudantes, para que os alunos mais carentes consigam não só entrar, mas permanecerem nos cursos. "Essa luta vai ter seu reinício agora, com a gratuidade", afirmou.

sábado, 12 de dezembro de 2009

ULTIMATO DA GRATUIDADE

Convocamos todos os alunos da UPE nesta segunda-feira, 14 de Dezembro de 2009, AS 8HRS DA MANHÃ NO AUDITORIO DA FCAP (FACULDADE DE CIÊNCIAS DA ADMINISTRAÇÃO DE PERNAMBUCO) para nos inserirmos, de forma magnânima, na história. Nesta data nós, alunos da ESEF, FENSG, FCM, FOP, Poli, FCAP, Nazaré da Mata, Petrolina, Garanhuns, Caruaru, vamos mostrar ao Governador Eduardo Campos e toda sociedade a importância de não desistir de uma batalha pois, enfim, após anos de luta, a Universidade de Pernambuco poderá ter sua GRATUIDADE conquistada.

OBS: ACAMPAREMOS NA FACP DOMINGO, DIA 13 DE DEZEMBRO.

Data: 14/12/2009

Hora: 08:00 hrs

Local: Auditório da FCAP

atenciosamente

EDUARDO DOS REIS

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

UNE responde à nova tentativa do Estadão de criminalizar entidade

Sob o título "Ataques do Estadão à UNE: mais um capítulo da criminalização dos movimentos sociais", o presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE), Augusto Chagas, responde às acusações feitas pelo jornal Estado de S. Paulo e comenta a real intenção da reportagem que acusa a UNE de irregularidades.

Ataques do Estadão à UNE: mais um capítulo da criminalização dos movimentos sociais

A principal manchete do jornal O Estado de São Paulo deste domingo acusa: “UNE é suspeita de fraudar convênios”. Em toda a página de abertura do caderno, o jornal julga: “a UNE fraudou convênios, forjou orçamentos”. Categoriza-nos de “aliados do governo” e afirma: “a organização estudantil toma dinheiro público, mas não diz nem quanto gastou nem como gastou”.

A afirmação “UNE é suspeita” não veio de nenhum órgão de polícia ou de controle de contas públicas, é uma afirmação de autoria e responsabilidade de O Estado de São Paulo. A principal acusação é de um orçamento de uma empresa não localizada, que aparece numa previsão orçamentária. De resto, outro orçamento de uma empresa que funciona num pequeno sobrado e especulação sobre convênios que ainda não tiveram suas contas aprovadas.

O fato é que a UNE nunca contratou nenhuma das duas empresas, apenas fez orçamentos, ao contrário do que a matéria, de modo ladino, faz crer. Sobre os convênios, o jornal preferiu ignorar as dezenas de convênios públicos executados pela UNE nos últimos anos – todos absolutamente regulares. Ignora também os pedidos de prorrogação de prazos feitos aos convênios citados, procedimento usual e que não tem nada de ilícito.

A diferença no peso dado a duas notícias na capa desta mesma edição evidencia mais ainda suas opções. Com muito menor destaque, denuncia os vídeos e gravações de um escândalo de compra de parlamentares, operadas pelo próprio governador do Distrito Federal. Apenas a penúltima página do caderno trata do escândalo, imperceptível sob a propaganda de um grande anunciante do jornal. Uma pequena fotografia mostra os R$100 mil que foram anexados ao inquérito divulgado pela Polícia Federal. A matéria, em tom jornalístico, não acusa. Pelo contrário, diz que os vídeos, “de acordo com a investigação”, revelam um suposto esquema de corrupção. Talvez o jornalista não tenha assistido às gravações...

Há pelo menos 17 anos este jornal não oferecia à União Nacional dos Estudantes uma manchete desta proporção. A última acontecera no Fora Collor. A hipocrisia da sua linha editorial precisa ser repudiada. Não apenas como esforço de defender a UNE das calúnias, mas para desmascarar os seus reais objetivos.

O principal deles é a desqualificação e criminalização dos movimentos sociais. O MST enfrenta um destes momentos de ataque, seja através da CPI recriada no Congresso pelos ruralistas, seja através da sistemática campanha que procura taxá-lo como “criminoso” para a opinião pública. As Centrais Sindicais sofrem a coerção econômica do patronato, policialesca do sistema judicial, e a injúria de parte da grande mídia. A UNE, que acaba de construir o congresso mais representativo dos seus 72 anos de vida, foi tratada como governista, vendida, aparelhada e desvirtuada de seus objetivos pela maioria das grandes rádios, jornais e revistas.

A grande imprensa oscila entre atacar os movimentos sociais ou ignorá-los - como fez recentemente com a marcha de mais de 50 mil trabalhadores reunidos em Brasília reivindicando a redução da jornada de trabalho. Este jornal, por exemplo, não achou o fato importante a ponto de noticiá-lo.

As organizações populares e democráticas devem ter energia para reagir prontamente. É fundamental que o façam de maneira unificada, fortalecendo-se diante dos interesses poderosos que enfrentam. Que fique claro: o setor dominante tenta impedir as profundas transformações que estas organizações reivindicam e que são tão necessárias à emancipação do povo brasileiro e à conquista da real democracia no país.

A manchete do Estadão evidencia também a maneira como a grande mídia trata o problema da corrupção no Brasil: como instrumento de luta política por seus objetivos e com descarado cinismo. Seja pela insistente campanha para desconstruir no imaginário popular a crença na política e no Estado, ou pelas escolhas que faz ao divulgar com destaque desproporcional irregularidades que envolvem aliados ou adversários, criando ou abafando crises na opinião pública.

Na verdade, pouco fazem para enfrentar os verdadeiros problemas da apropriação privada daquilo que é público. A UNE, pelo contrário, sempre levantou a bandeira da democracia. Alguns de nossos mais valorosos dirigentes deram a vida lutando por ela. E afirmamos com veemência: a UNE trata com absoluta responsabilidade os recursos públicos que opera e os aplica para atividades de grande interesse da sociedade.

Às vésperas da primeira Conferência Nacional de Comunicação, o movimento social deve intensificar a luta pelos seus direitos. O enfrentamento à despótica posição da mídia brasileira é um dos grandes desafios que o país terá na construção da democracia que queremos.

O movimento social brasileiro vive um momento de grande unidade, que pode ser visto pela sólida relação entre as Centrais Sindicais e pelo fortalecimento da Coordenação dos Movimentos Sociais. Não à toa, a UNE foi mais uma vez atacada. “Saibam que estamos preparados para mais editoriais, artigos, comentários e tendenciosas ‘notícias’”, afirmei em artigo publicado no dia 24 de julho, apenas cinco dias após a realização do nosso 51º Congresso. Os meses que se passaram não tornaram a afirmação anacrônica. Pois que todos saibam que a UNE não transigirá um milímetro de suas convicções e disposição de luta por um Brasil desenvolvido e justo.

Por Augusto Chagas, presidente da UNE

O Plenário aprovou, por 250 votos a 67, o Projeto de Lei 5939/09, do Executivo, que cria a Petro-Sal. Essa nova empresa da União vai gerenciar todos os contratos de exploração e produção de petróleo e de gás na área do pré-sal sob o novo modelo de partilha.

Também foram aprovadas as emendas com parecer favorável do relator Luiz Fernando Faria (PP-MG). O Plenário ainda precisa analisar destaques ao projeto.

Pré-sal

Os reservatórios de petróleo localizados na camada pré-sal estão abaixo de uma imensa jazida de sal. No Brasil, essa promissora área pode se estender por cerca de 800 quilômetros, do Espírito Santo até Santa Catarina. A lâmina d’água que recobre a camada tem de 1,5 mil a 3 mil metros de profundidade e soterramento de 3 mil a 4 mil metros. Soterramento é a camada do subsolo marinho (terra e logo depois a jazida de sal) que tem de ser perfurada entre o leito marinho e o reservatório.

Até o momento, todos os blocos da área do pré-sal tiveram sucesso exploratório. A Petrobras anunciou, em novembro de 2007, que a área de Tupi, no Bloco BMS-11, deve ter volume recuperável de até 8 bilhões de barris de petróleo. Entre as descobertas ocorridas nos últimos 30 anos, apenas o campo de Kashagan, com 15 bilhões de barris, no Cazaquistão, tem maior volume.

Fonte: Um novo marco legal para pesquisa e lavra das jazidas brasileiras de petróleo e gás natural, estudo do consultor legislativo da Câmara Paulo César Ribeiro Lima

Texto : Agência Câmara

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Sancionada lei que proíbe matrícula simultânea em universidade pública

Sancionada dia 12 de novembro lei que impede estudante de ocupar duas vagas em universidade pública. Na avaliação do deputado que criou o projeto, ela ampliará a oferta de vagas nas universidades públicas.

A UNE comemora a confirmação da lei, por considerar que o acúmulo de vagas é ruim. "Enquanto o acesso às públicas não é universalizado, não é justo que um mesmo estudante concentre mais de uma vaga, tirando a oportunidade de outros", declara Augusto Chagas, presidente da entidade.

Leia abaixo notícia publicada na Agência Câmara

Sancionada lei que proíbe matrícula simultânea em universidade pública Por Vania Alves

Foi sancionada, na quinta-feira, 12, a Lei 12.089/09, que proíbe que um estudante ocupe, simultaneamente, mais de uma vaga de graduação em universidades públicas simultaneamente. A lei teve origem no Projeto de Lei 3360/06, do deputado Maurício Rands (PT-PE). Na avaliação do parlamentar, a lei ampliará a oferta de vagas nas universidades públicas.

Rands explicou que, atualmente, muitos estudantes ocupam mais de uma vaga nas instituições de ensino superior, às vezes sem nem sequer frequentar o curso. Ele lembrou que, mesmo que o aluno não vá à instituição, sua vaga ficará trancada e não poderá ser usada por outros. "Essa medida vai destravar vagas e se harmoniza com as diretrizes traçadas pelo Ministério da Educação de ampliar a oferta de vagas nas universidades públicas", avaliou. O parlamentar afirmou que, hoje, apenas um terço das vagas de ensino superior é oferecido pela rede pública.

Dois cursos - A lei aplica-se também a cursos na mesma instituição. Quem já está matriculado em dois cursos poderá concluí-los normalmente, pois a lei só vale para as matrículas feitas a partir de dezembro. Hoje, os regimentos das universidades, em regra, proíbem o acúmulo de vaga. Os alunos que estiverem em situação irregular serão anistiados.

Daí em diante, se a universidade que constatar que um aluno está matriculado em dois cursos na própria instituição ou em instituições diferentes, terá que pedir ao aluno que escolha um deles no prazo de cinco dias. Se ele não escolher, será cancelada a matrícula mais antiga quando os cursos forem em instituições diferentes; ou a mais nova, quando for na mesma instituição.

Rands explicou que o processo de aprovação dessa lei também deve ser tomado como exemplo. Ele explicou que foi procurado pelo Grupo de Apoio ao Remanejamento de Vagas, de Pernambuco, que se mobilizou para localizar as vagas que não estavam sendo efetivamente ocupadas. "É um modelo pedagógico: a sociedade identifica um problema, se organiza e procura o parlamentar para que ele consiga a aprovação da lei", explicou.

Fonte: reprodução da Agência Câmara.

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

ELEIÇÕES DO DIRETÓRIO ACADÊMICO DA ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA PARA GESTÃO 2009- 2010

CARTA-PROPOSTA

CHAPA “EDUCAÇÃO FÍSICA É UMA SÓ”

Executiva

Presidente: Vinícius Barbosa Vice-presidente: Thamires Lucena

1ª Secretária: Ana Cláudia Palhares 2ª Secretária: Fabíola Ribeiro

Tesoureiro: Jario Lima

Direções

Direção do Departamento de Comunicação, Jornalismo e Relações públicas: Eduardos dos Reis

Direção do Departamento de Marketing e Eventos: Fernando Herculano

Direção do Departamento de Patrimônio: Carlos Victhor (Bodão)

Direção do Departamento de Assistência Estudantil: Isis Finsher e Elga

Direção do Departamento de Esportes: João Paulo e Vitor

Direção do Departamento de Ensino, pesquisa e Extensão: Lamartine Almeida

Direção do Departamento de Área: Lais Mágero

Nossas Propostas...

Nossa chapa busca ampliar os espaços de discussão com os acadêmicos assim como interagir com o corpo docente de nossa instituição. Para isso, lançamos como propostas a realização da I Semana Acadêmica que ocorrerá no início de cada semestre com temas sobre as áreas de intervenção profissional e a divisão do currículo. Também temos como proposta inovadora a criação do primeiro Congresso da Escola Superior de Educação Física - I ConESEF – tornando-a um espaço deliberativo onde professores, funcionários, alunos da graduação e pós graduação pensarão em como construir uma ESEF cada vez melhor e mais forte.

A chapa “Educação Física é uma só” estará participando de todos os espaços propostos pelo movimento estudantil e convocará os demais acadêmicos a estarem participando conosco, assumindo assim o nosso compromisso enquanto entidade. Fortalecemos nossos lanços com a União Nacional dos Estudantes –UNE e a União dos Estudantes de Pernambuco –UEP e a Executiva Nacional de Educação Física – EXNEEF que ao longo de décadas travam batalhas em legitima defesa do corpo estudantil com suas propostas vanguardistas em vários momentos políticos do nosso país. Assim como pelo Diretório Central dos Estudantes da UPE – DCE Paulo Freire, pois apesar das divergências políticas respeitamos a entidade por ser a de maior representação da nossa Universidade e pensando nisto continuaremos a travar batalhas dentro da entidade contra o retrocesso de gestões anteriores para que assim possamos de fato construir uma “política de Estado” dento de nossa Universidade.

Melhores instalações e mais acessibilidade!

Nossa biblioteca hoje é limitada estruturalmente, pois o espaço é mínino e ainda divide a área com os computadores que infelizmente na maioria das vezes estão quebrados. Observando isso, nossa chapa quer discutir a criação de um laboratório de informática nas instalações da ESEF, prezando pela constante manutenção dos computadores, para que assim a biblioteca da ESEF consiga atender a demanda dos alunos.Pensando na melhoria do acesso a nossa escola, buscaremos ampliar o debate a abertura do portão do estacionamento dos professores assim como rediscutir a implantação da catraca para acesso das salas da graduação.

Veja mais algumas de nossas propostas!

Debater o atual currículo da ESEF, onde se faz necessário reivindicar uma avaliação do curso para que assim possamos fomentar nosso debate em relação à formação unificada da área de Educação Física.

Resolver situação financeira do DA

Promover prestação de contas trimestral

ampliar as divulgações do Blog

construir uma cartilha informativa do DA

distribuição de jornais trimestrais sobre as ações do DA.

Construção do Agita UPE para realização de comemorações do Dia do Professor e do Profissional de Educação Física

Realizar a Semana do Calouro

Realização das calouradas

Pedalada ESEFIANA

Realização do CineClube da ESEF

Promover cursos e ventos juntamente com a Coordenação de Extensão (criação da coordenação de Ensino, pesquisa e Extensão).

Estabelecimento de novos projetos de extensão para a ESEF

Reestruturação do cadioativo

Promover curso de formação política

Discutir a implantação da disciplina acadêmicos – profissionais na licenciatura

Manter constantes as reuniões de Turmas

Reivindicar a academia da ESEF aberta para todos os acadêmicos ESEFIANOS no horário extracurricular

Manter ativa as participações das discussões do NAE / UPE – Núcleo de Apoio ao Estudante

Realizar junto com a AAA eventos esportivos, fóruns, debates e cursos

Reivindicar a manutenção das instalações esportivas da ESEF

Discutir a criação dos jogos de verão da ESEF

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

EXECUTIVA NACIONAL DE ESTUDANTES DE EDUCAÇÃO FÍSICA

GESTÃO 2009/2010

CONVOCATÓRIA

A Executiva Nacional de Estudantes de Educação Física (ExNEEF) convoca a todos os representantes de Centros e Diretórios Acadêmicos dos cursos de Educação Física de todo o Brasil, para que compareçam ao I Conselho Nacional de Entidades de Educação Física (CoNEEF) a ser realizado na Escola Superior de Educação Física da Fundação Universidade de Pernambuco (UPE), em Recife/PE, no período de 11 a 13 de dezembro de 2009. Desde já contamos com a presença de todos e todas.

Saudações estudantis,

EXECUTIVA NACIONAL DE ESTUDANTES DE EDUCAÇÃO FÍSICA

Rua Felizardo 750, Jardim Botânico-Porto Alegre/RS, CEP: 90690-200

Contatos: (71) 81456138 (51) 93081355

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

UEP faz blitz na Assembléia Legislativa pela gratuidade!

Os diretores da UEP, junto a outros alunos da Universidade de Pernambuco fizeram nesta Quarta-feira uma blitz na Assembléia Legislativa do estado para angariar apoio para a campanha "TodosUnidos Pela Gratuidade!", que reivindica o fim da cobrança de mensalidade na UPE. Eles aproveitaram a oportunidade para sensibilizar os parlamentares em torno do Projeto de Lei de Autonomia da UPE, em tramitação há mais de um ano na ALEPE.

"Nossa campanha pela gratuidade da UPE tem o intuito de discutir novas formas de financiamento para a universidade. Acreditamos que a destinação de 5% do ICMS para UPE descortinará uma solução para os problemas financeiros que hoje a universidade enfrenta, por isso exigimos celeridade na tramitação do Projeto de Lei de Autonomia da UPE, em tramitação há mais de um ano na Assembléia Legislativa do estado", explicou Virgínia Barros,presidente da UEP.

Já o vice-presidente regional da UNE, Vinícius Barbosa, se entusiasmou com a adesão dos parlamentares à causa dos estudantes: "Muitos nem sabiam que a UPE cobrava mensalidade dos alunos. Espero que esta blitz contribua para fortalecermos o debate sobre a universidade entre nossos deputados."

Abaixo, segue a lista dos parlamentares que aderiram à campanha da gratuidade da UPE:

Luciano Moura

Teresa Leitão

Isaltino Nascimento

Nelson Pereira

Nadegi Queiroz

Maria da Conceição

Aglaison Júnior

Izaias Régis

André Campos

Sérgio Leite

Adalberto Feitosa

Augusto César

Clodoaldo Magalhães

Lucrécio Gomes

Ciro Coelho

José Alves de Oliveira

Eriberto Medeiros

João Fernando Coutinho

Miriam Lacerda

Terezinha Nunes

AirinhoJacilda Urquisa

Augusto Coutinho

Amaury Pinto

EDITAL DE ELEIÇÃO

N° 001/2009

Eu, Jerônimo Correia de Morais, como último presidente do Diretório Acadêmico da ESEF – UPE e presidente da comissão eleitoral torno, público, para conhecimento dos interessados, que estão abertas as inscrições para diretoria executiva do mesmo, Gestão 2009-2010, nos termos deste Edital: 1. As inscrições das chapas concorrentes ao D.A. – ESEF – UPE deverão ser efetuadas das 15:00 horas do dia 18 de novembro até às 18 horas do dia 23 de novembro do corrente ano;

2. As inscrições deverão ser encaminhadas à secretaria da Comissão Eleitoral;

3. Cabe ao presidente da comissão: protocolar e decidir pelo pedido de deferimento da inscrição da chapa;

4. Ocorrendo o indeferimento do pedido de inscrição, caberá recurso à Comissão Eleitoral, no prazo de 24 horas;

5. Não será deferida a inscrição da chapa que não contenha o número mínimo de 05(cinco) membros efetivos, sendo estes alunos matriculados no curso de Educação Física da ESEF - UPE;

6. As chapas deverão encaminhar, para fins de inscrição, ficha de inscrição (conforme modelo em anexo a este edital) corretamente preenchida e acompanhada de xérox de documento oficial com foto e comprovante de vínculo com ESEF – UPE;

7. A eleição ocorrerá nos dias 02 e 03 de dezembro, nas instalações da ESEF – UPE através de urna, sendo esta volante;

8. Estão aptos a votar, todos os alunos matriculados no curso de Educação Física da ESEF - UPE;

9. Qualquer impugnação do pleito será resolvida imediatamente pela comissão eleitoral;

10. Realizada a totalização dos votos, será proclamada a chapa vencedora e será empossada no dia 04 de dezembro de 2009;

11. Todo processo constará em ATA, que deverá para a sua validade ser assinada pelos membros da comissão eleitoral;

12. Informo também a nomeação dos acadêmicos: Jerônimo Correia de Morais e Fabíola Mª Ribeiro do Nascimento, como integrantes da Comissão Eleitoral;

13. Os casos omissos deste edital serão resolvidos pela comissão eleitoral;

Jerônimo Correia de Morais – Presidente da Comissão Eleitoral

Recife (PE), 18 de novembro de 2009

domingo, 15 de novembro de 2009

Reunião para instalação do Fórum de Licenciaturas da UPE será na próxima segunda

A Universidade de Pernambuco (UPE), através da Pró-reitoria de Graduação (Prograd), realiza na próxima segunda-feira (16/11), às 8h30, reunião que visa a instalação do Fórum de Licenciaturas da UPE. Será no auditório da Faculdade de Enfermagem Nossa Senhora das Graças (Fensg/UPE), localizada no campus de Santo Amaro.

O objetivo é oportunizar reflexões sobre a condução dos processos de formação nos cursos de licenciatura, além de instituir o Fórum. Haverá palestra do professor da UFSM, Eduardo Adolfo Terrazzan, mesa redonda sobre as licenciaturas no contexto da UPE e definição do grupo de trabalho para a condução do Fórum da Universidade. O evento é aberto ao público.

PROGRAMAÇÃO: FÓRUM DAS LICENCIATURAS DA UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO

Pauta da reunião

Horário - Programação

8h30 / 9h - Abertura

Prof. Carlos Fernando de Araújo Calado, Reitor da UPE

Profª. Izabel Avelar, Pró-Reitora de Graduação da UPE

9h / 10h30

Palestra sob o tema:

As Licenciaturas no Atual Contexto Educacional Brasileiro: Demandas e Perspectivas

Expositor: Prof. Eduardo Adolfo Terrazzan (UFSM)

10h30 / 12h - Plenária

12h / 13h30 - Almoço

13h30 / 14h30 - Mesa redonda sobre:

As licenciaturas no contexto da UPE

Coordenação: Profª. Izabel Avelar

Facilitadores: Prof. Mário Medeiros (FACETEG / Membro do Pró-Docência) Prof. Luiz Alberto Ribeiro Rodrigues ( Diretor da FFPNM). Profª. Maria Auxiliadora Gomes de Souza (FFPP / Coordenadora Setorial da FFPP)

14h30 / 15h30 - Plenária:

15h30 / 16h - Definição Grupo de trabalho para condução do Fórum de Licenciatura

da UPE

Indicativo de nomes na plenária

16h - Encerramento

* Texto retirado do [ site da UPE ]

Pensamento...

Em Reforma!!!

Campanha pela Gratuidade na UPE... Abraçe essa luta!

A União dos Estudantes de Pernambuco, em parceria com a UNE e outras entidades estudantis, lançou esta semana sua campanha "UPE e Sociedade: TODOS UNIDOS PELA GRATUIDADE!". A idéia é fazer uma grande movimentação na Universidade de Pernambuco e na sociedade civil, unificando todos em torno desta luta histórica do movimento estudantil pernambucano.

O foco é fazer da pauta da gratuidade centro das discussões na Conferência Estadual de Educação, que acontecerá em Recife de 25 a 27 de Novembro. Até lá, a UEP estará recolhendo assinaturas em um abaixo-assinado que será entregue ao governo do estado no próximo período.

A Universidade de Pernambuco é a única instituição de ensino superior estadual do país que cobra mensalidades, o que se contrapõe a compreensão da educação enquanto direito público que deve ser gratuito, permitindo o acesso do conjunto da sociedade pernambucana à universidade.

"Queremos mobilizar os estudantes da UPE e os cidadãos pernambucanos nesta luta. Educação é um direito de todos e dever do Estado, por isso não admitimos nenhum tipo de cobrança de mensalidade na universidade pública, que já é sustentada pelos impostos que a sociedade paga cotidianamente.", declarou Virgínia Barros, presidente da UEP.

Texto retirado do [ Blog da UEP ]

..................................................................

** Lembramos que Haverá mobilização pela

campanha da gratuidade da UPE

no campus Santo Amaro nos dias 16 e 17 de novembro de 2009!

Abrace essa luta você também! **

.................................................................

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Recife, 12 de Novembro de 2009.

CONVOCATÓRIA

No dia 13 de Novembro de 2009 às 13h 00min será realizada a reunião do Diretório Acadêmico da Escola Superior de Educação Física da Universidade de Pernambuco junto com o Diretório Acadêmico da Universidade Federal de Pernambuco. A reunião será feita com pauta única sobre o I CoNEEF – Conselho Nacional de Entidades de Educação Física – na sede do DA / ESEF UPE.

Aguardamos a presença de todos!

Atenciosamente,

Thamires Lucena

Coordenação de Comunicação do DA / ESEF

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Comissão na Câmara retira limite de 40% para a venda de meia-entrada

Para o presidente da UNE a meia-entrada tem papel fundamental na formação da juventude. "Por isso reivindicamos o cumprimento desse direito e ainda sua regulamentação", disse Augusto Chagas. O limite, em relação ao total de ingressos disponíveis, estava previsto no projeto original do Senado.

Mas o relatório do deputado Chico Lopes, do PC do B do Ceará, aprovado nesta quarta-feira, 4, retirou a restrição. Segundo Chico Lopes, fixar o número de vagas seria o mesmo que restringir o acesso à cultura e à formação humanística. "Ora, 40% pra você saber num show, se tem 40% de estudantes, e outros 60 de inteira, eu pedi aos defensores dessa idéia que colocassem tecnicamente o que iria fazer: se ia ficar uma pessoa na porta do cinema contando: entrou 40% de estudante, agora não entra mais. Então, isso não tinha viabilidade técnica, nem política, porque isso foi uma conquista ao longo dos anos”.

O texto aprovado determina que terá direito ao benefício o estudante que, no momento da compra do ingresso e na portaria do evento, apresentar a Carteira de Identificação Estudantil. A famosa "carteirinha de estudante" será confeccionada pela Casa da Moeda, seguindo um modelo único para todo o país.Já a expedição dela continua sob responsabilidade das associações representantivas dos estudantes, como a UNE e os Diretórios Centrais de Estudantes das Instituições de Ensino Superior.

O presidente da União Nacional dos Estudantes, Augusto Chagas, afirmou que a meia-entrada é importante para a formação do aluno. "É através da meia-entrada que a juventude consegue ter acesso à cultura, a espetáculos de teatro, de cinema; exibição de shows. Para nós é algo que joga a um papel muito determinante na formação da juventude, dos estudantes, e é por isso que a gente tanto reinvindica que esse direito possa ser cumprido. E que a gente possa regulamentar novamente a meia-entrada no Brasil, que, no último perído tem passado por uma série de dúvidas, incertezas, disputas sobre a sua aplicação e interpretações da justiça".Pelo texto, a medida vale para estudantes, da pré-escola à pós-graduação, e para idosos com mais de sessenta anos.

A matéria ainda será analisada pelas comissões de Seguridade Social; de Educação e Cultura; e de Constiuição e Justiça.

De Brasília, Telmo Fadul.

Fonte: Agência Câmara, Rádio Câmara.

Escola de Educação Física da UPE recebe a “Reitoria Itinerante”

A Escola de Educação Física da Universidade de Pernambuco (Esef/UPE) recebeu nessa quarta-feira (04/11) a “Reitoria Itinerante”. Nesta nova rodada de reuniões, o assunto escolhido para ser debatido com os professores foi o resultado das avaliações do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade).

O reitor, Carlos Calado, foi recebido pela vice-diretora da unidade, professora Vera Samico, e, juntos, analisaram com os coordenadores dos cursos de graduação, extensão e pesquisa da unidade, e com os pró-reitores de Graduação, Izabel Avelar, e Extensão e Cultura, Alvaro Vieira de Melo, sobre os resultados de 2004 a 2009, a partir dos anos avaliados de cada curso. Na abertura da discussão, o reitor destacou que a ideia era conversar sobre a qualidade dos cursos da UPE, tendo como base o resultado dessas avaliações. Ele chamou a atenção também para a importância da participação ativa dos estudantes nas provas. A pró-reitora de Graduação da UPE, Izabel Avelar, fez uma abordagem geral sobre o Enade, lembrando o que é o exame, o que avalia, os cursos avaliados, e o resultado. A partir dessa abordagem, os participantes da reunião puderam fazer perguntas, esclarecer alguns pontos do exame, e, principalmente, analisar as questões referentes ao curso de Educação Física, alvo do debate. Os coordenadores puderam ainda dar sugestões e opinar sobre as necessidades do curso. A próxima unidade da UPE a recebe o projeto “Reitoria Itinerante” é a Faculdade de Ciências Médicas (FCM/UPE), nesta segunda-feira (09/11).

PROVAS – Neste domingo (08/11) os estudantes ingressantes e concluintes dos cursos de graduação em Administração e Psicologia de instituições de Ensino Superior públicas e privadas participam das provas do Enade. Mais informações sobre o Exame, quem deve participar, por que realizar as provas, a importância de participar ativamente, quem e o que será avaliado e sobre o objetivo dessa avaliação você confere no site da www.upe.br.

Fonte: [ site da UPE ]

Lula sanciona projeto de Cristovam para ensino médio

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou,na noite de terça-feira, um projeto de lei que garante a qualquer pessoa o acesso ao ensino médio público e gratuito. Essa é a quinta proposta de autoria do senador Cristovam Buarque (PDT-DF) a ser transformada em lei – e também a quinta destinada a aperfeiçoar a educação no País.

As informações são da Agência Senado.

Cristovam argumentou que, “sem o ensino médio, os jovens não podem entrar na universidade nem se tornar cientistas; sem o ensino médio, portanto, o Brasil não tem futuro”. Ele acrescentou que, atualmente, apenas um terço dos jovens brasileiros conclui essa etapa dos estudos.

O texto sancionado pelo presidente altera a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei 9.394, de 20 de dezembro de 1996, também conhecida como LDB). A LDB obrigava o poder público a garantir somente o acesso ao ensino fundamental, que é responsabilidade dos municípios. Agora, qualquer pessoa pode exigir vaga no ensino médio, pelo qual os governos estaduais são responsáveis.

No Senado, a proposta de Cristovam tramitou como PLS 6/06. Posteriormente, na Câmara dos Deputados, esse mesmo texto foi examinado sob a forma do PL 7.409/06.

Beneficiados e viabilidade

Para o senador, os principais beneficiados serão os jovens que cursam o último ano do ensino fundamental e estão prestes a entrar no ensino médio, mas que normalmente não o fariam devido à falta de vagas em escolas públicas ou devido à falta de recursos para pagar uma escola privada.

Uma parte da evasão é causada pela pobreza, que induz o jovem a trabalhar. Outra parte é provocada pela péssima qualidade das escolas, que, por essa razão, não seguram os alunos. E há ainda a evasão provocada pela falta de vagas; é esta que pretendemos atacar agora“, explicou.

Ao ser questionado sobre a viabilidade financeira de sua proposta, Cristovam respondeu com uma crítica. “Quando se trata da Copa do Mundo, das Olimpíadas no Brasil ou dos investimentos no pré-sal, ninguém pergunta de onde virão os recursos“.

O senador lembrou que o ensino médio público é responsabilidade dos Estados, mas ressaltou que, para universalizá-lo, o governo federal também terá de investir no setor. “A União tem de participar, inclusive porque há desigualdade de condições entre os estados“.

Leis Buarque”

Com a nova lei (Lei 12.061), Cristovam Buarque chega a cinco propostas educacionais transformadas em lei em dois anos, conjunto que ele denomina de “Leis Buarque”.

Em 2008, foram aprovadas a Lei 11.700, que assegura vaga na escola pública mais próxima da casa da criança a partir do dia em que ela completar quatro anos de idade, e a Lei 11.738, que institui o piso salarial nacional de R$ 950 para os professores da educação básica em escolas públicas.

No ano passado, foram sancionadas a Lei 11.899, que institui a Semana Nacional da Leitura e da Literatura, e a Lei 12.013, que obriga as escolas a informarem aos pais sobre o desempenho escolar do aluno.
Fonte: Site do TERRA

Conheça a programação do mês da Consciência Negra

Depois de ter realizado a III Caminhada dos Terreiros de Matriz Africana e Afro-descendentes hoje (3), no Marco Zero, a programação do mês da Consciência Negra vai debater políticas públicas e promover curso sobre agentes de comunidades dos terreiros. O tema este ano é “Recife Celebrando Zumbi e Promovendo uma Cultura de Combate ao Racismo, ao Machismo, a Intolerância Religiosa a Lesbofobia, Homofobia e Transfobia”.

Programação

Prefeitura da Cidade do Recife

Dia 03 – III Caminhada dos Terreiros de Matriz Africana e Afro-descendentes.
Concentração Marco Zero

Dia 04 – Reunião do Fórum Permanente da Diversidade Étnico Racial de Pernambuco
Local: Núcleo de Cultura Afro Brasileira – Auditório de Formação João Cândido
Horário 18:00

Dia 05 – Lançamento do Plano Nacional da Implementação da Lei 10.639/03

Dias 09, 10 e 11 - Oficinas: Disseminando e Implementando o Programa de Combate ao Racismo Institucional/PCRI com as Gerências dos Equipamentos do Pátio de São Pedro.
Horário de 14:00 às 17:00
Local: Centro de Treinamento dos Coelhos – Bairros dos Coelhos – Recife – PE
Coordenação: Edson Axé – Gerente do Núcleo de Cultura Afro Brasileira
Palestrantes/Facilitadores:
09 – Josebias Santos – Historiador e Consultor de Formação do NCAB
10-Vera Regina – Ativista Negra e dos Direitos Humana, Coordenadora do UIALA MUKAJI: Sociedade das Mulheres de Pernambuco, Rede das Mulheres de Terreiro, Membro do Conselho Estadual das Mulheres , Comitê Estadual de Doenças Falciformes, Compõe Fórum de Negras e Negros do OP/Recife.
11 – Representante do MPPE

Dias 09, 10, 11, 12 e 13 – Curso: Agentes de Comunidades de Terreiro.

Proposta de Capacitação de Vivenciadores da Religião de Matriz Africana e Afro Brasileira visando á Institucionalização dos Terreiros e Relação Qualificada com a Sociedade Abrangente.
Local: Núcleo de Cultura Afro Brasileira – Auditório de Formação João Cândido
Casa 34 – Pátio de São Pedro – Recife/PE
Horário: 14 às 17h
Parceiros Responsáveis: CEPIR/PE 3301-7115 e NCAB 3232-2308
Palestrante/Facilitador: Prof. Ms. Jayro Pereira

Dia 12 - Festival Cultural de Literatura – “NOSSA IDENTIDADE AFRO BRASILEIRA”
Informações pelo fone: 3232-2308/3525-3266
ou e-mail: nucleoafrorecifepe@yahoo.com.br Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.
Apresentação do Afoxé Omo Nilé Ogunjá e do Maracatu Nação Encanto do Pina
Composição da Banca Examinadora: Edson Axé, Josebias Santos, e Carlos Tomaz
Responsável/Parceria: Colégio Anglo Líder/São Lourenço da Mata e Núcleo de Cultura Afro Brasileira da PCR
Local: Clube Flamengo em São Lourenço da Mata

Dia 17 - Lançamento do Concurso de Redação:
Local: Pátio de São Pedro – Terça Negra
“Terça Negra: Espaço de Resistência, Visibilidade e Fortalecimento da Cultura Negra”.
Responsáveis:

Carlos Tomaz – Professor de Língua Portuguesa e Literatura, Consultor de Formação do NCAB e membro da Rede Nacional de Negras e Negros LGBT.
Arnaldo Filho – Pedagogo, Coordenado do MNU/Nacional e Consultor do NCAB.
Parceria Secretaria de Educação de Recife/GETERÊ e Movimento Negro Unificado – MNU

Dia 17 à 21 - XII ALAIANDÊ XIRÊ – Festival Nacional de Alabês, Xicarangomas e Runtós (Sacerdotes Músicos dos Terreiros de Candombé).
Local: Sitio de Pai Adã
Estrada Velha de Água Fria 1664
Água Fria – Recife – PE.
Contato: 3443 – 9412 / 9158-1692

Dia 20 – Especial da Consciência Negra: “Recife Celebrando Zumbi e Promovendo uma Cultura de Combate ao Racismo, ao Machismo, a Intolerância Religiosa a Lesbofobia, Homofobia e Transfobia.”

Show com:
*Bloco Carnavalesco Ilê Ayiê/BA
*Maracatu Aurora Africana
*Afoxé Omim Sabá
*Escola de Samba Turma de Saberé
*Hip Hop

* Todos estes a confirmar devido cachê.

Dias 24, 25 e 26 – Projeto Raízes: DIALOGANDO COM A SOCIEDADE
INSCRIÇÃO LIMITADA ATÉ DIA 20 DE NOVEMBRO
Informações pelo fone: 3232-2308 ou e-mail: nucleoafrorecifepe@yahoo.com.br Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.
Local: Núcleo de Cultura Afro Brasileira – Auditório de Formação João Cândido

Dia 24: Diretrizes Curriculares Nacionais para Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de Historia e Cultura Afro Brasileira e Africana.

Dia 25: Afro – feminilidade: A Participação da Mulher Negra no Brasil.

Dia 26: A Negação do Brasil: Os Negros/as, a Mídia e Os Veículos de Comunicação.

Dia 27 – Ilê Asé Yemonjá Celebrando Zumbi, resistindo Religiosamente e promovendo um Estado Laico.
Mostra de Vídeo e Palestra sobre Lei 10.639/03
Local: Ilê Asé Yemonjá Ogunté
Rua Monsenhor João Olimpio dos Santos nº 208
Vila do SESI – Recife – PE
Fone: 8765-3407 / 33397931
Horário: 18:00

PROGRAMAÇÃO TERÇA NEGRA ESPECIAL e TROFEU TERÇA NEGRA

Local: Pátio de São Pedro – Recife – PE
Informações pelo fone: 3232-2308/8767-6533/9153-3550
ou e-mail: nucleoafrorecifepe@yahoo.com.br Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

TEMA: Terça Negra Celebrando Zumbi e Promovendo uma Cultura de Combate ao Racismo, ao Machismo, a Intolerância Religiosa a Lesbofobia, Homofobia e Transfobia..

Dia 03 – Entrega do Troféu Terça Negra: Reafirmando Valores Étnico-Racias por uma Sociedade mais Justa e Igualitária.

Show Cultural – Maracatu Várzea do Capibaribe
- Mazurca da Quixaba
- Mestre Galo Preto
- Afoxé Omo Oba Dê

Dia 10 - Entrega do Troféu Terça Negra: Reafirmando Valores Étnico-Racias por uma Sociedade mais Justa e Igualitária.

TERÇA ESPECIAL PELOS 25 ANOS DO MOVIMENTO HIP HOP

**Show Cultural – Confluência
- Núcleo
- Dj Big
- Apresentação do Grupo de Break
- Exposição de Grafite
- Final jornada de Mc’s

Dia 17 – Entrega do Troféu Terça Negra: Reafirmando Valores Étnico-Racias por uma Sociedade mais Justa e Igualitária.

Show Cultural – Maracatu Cambinda Estrela
- Afoxé Ylê de Egbá
- Tambor Falante

Dia 24 – Entrega do Troféu Terça Negra: Reafirmando Valores Étnico-Racias por uma Sociedade mais Justa e Igualitária.

Show Cultural – Maracatu Leão da Campina
- Bloco Afro Oba Nijé
- Afoxé Alafin Oyó